excentricidade | abril

Em Foco, Geral
Foto_abril_1_510_300
Inserir fotoS
190 visualizações
 
 No mês de Abril, grupos musicais e as companhias de teatro regressam às freguesias do concelho de Guimarães e vão ocupar 9 espaços culturais das várias freguesias do concelho.
 
 
 
 
 
 
CALDELAS

SÁB 7 | 21H30 MÚSICA
MIGUEL XAVIER
P’LO FADO FORA
AUDITÓRIO DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE CALDAS DAS TAIPAS
Sinopse:
O disco de estreia do fadista Miguel Xavier surge como um mistério embalado por poemas feitos fado. Alexandre O’Neil deu
nome a esta viagem sem destino onde o fado e a poesia se fundem entre os caminhos da tradição e da modernidade.
Nascido em Guimarães, Miguel Xavier é um jovem talento fadista que nos emociona a cada verso cantado.
Foi vencedor do concurso de Fado de Lordelo do Ouro no Porto, teve participações no Caixa Ribeira 2015 e Caixa Alfama
2015 e 2016. Em Outubro de 2015, integrou o elenco do espetáculo “AMÁLIA - Não sei porque te foste embora” no coliseu
do Porto.
Este disco é uma produção do Guitarrista Miguel Amaral e apresenta vários inéditos compostos especialmente para o Miguel
Xavier. Neste disco, haverá uma perspetiva singular do fado tradicional, de uma voz que não tem parado de crescer,
homenageando aqueles com quem aprendeu, Manuel Almeida, Fernando Farinha, Alfredo Marceneiro e António Rocha,
perpetuando o legado por eles deixado e também uma alusão à modernidade não fugindo ao tradicionalismo. E é neste
contexto que surgem composições como “Carnaval” de Luís Figueiredo (autor dos arranjos da música vencedora da
Eurovisão “AMAR PELOS DOIS” interpretada por Salvador Sobral), as “Graças de Lisboa” versos do poeta popular Vilar da
Costa e música de Mário Laginha.
O Fado é coração, é emoção, é tristeza e alegria, é um turbilhão de sentimentos, é a SAUDADE.
Ficha artística:
Voz | Miguel Xavier
Guitarra | João Martins
Viola | André Teixeira
Contrabaixo | Filipe Teixeira
Classificação etária: M/6
Duração aprox.: 50 min.
Entrada: 1€
Gratuito até aos 12 anos
Programação ABRIL/2018

 
PONTE
SÁB 14 | 21H30 MÚSICA
CREIXIMIR
CENTRO PAROQUIAL PAULO VI - PONTE
Sinopse:
O Creiximir 926 – Grupo de Música Tradicional de Creixomil, Guimarães, nasceu no âmbito das noites de verão em Creixomil.
O grupo pretende recuperar e preservar temas da música popular com uma nova abordagem e uma nova mistura
instrumental e vocal.
A formação é composta por 10 a 13 elementos, com idades compreendidas entre os 16 e os 58 anos.
No que concerne a instrumentos, estes variam entre a concertina cavaquinho, o acordeão, a viola, a guitarra, o saxofone,
adufes, caixas e bombos de Guimarães com um alinhamento diversificado mas, essencialmente tradicional da região do
Baixo Minho.
Do seu reportório fazem parte temas como: o Malhão de Roda do Grupo Folclórico de S. Torcato, a Desgarrada do Malhão
do Grupo Folclórico da Corredoura, S. João Traçado do Grupo Folclórico de Fermentões e o Malhão da Eira das Ceifeiras de
Gondar entre outros.
Ficha artística:
Concertinas e Acordeão | Sofia Teixeira
Guitarra clássica e Voz | Francisco Ferreira
Saxofone alto | José Gonçalves
Bombo Nicolino e Voz | Liliana Freitas
Percussão e Voz | Sandra Fernandes
Percussão e Voz | Luís Almeida
Cavaquinhos | João Rey
Timbalão Tradicional | João Ribeiro
Baixo e Voz | Dino Freitas
Caixa Nicolina | Pedro Passos (convidado Especial)
Classificação etária: M/6
Duração aprox.: 60 min.
Programação ABRIL/2018

 
RONFE
SÁB 14| 21H30 TEATRO
TRANS/MISSÃO
VISÕES ÚTEIS
SALÃO PAROQUIAL DE RONFE
Sinopse:
Em “trans/missão” um músico e um dramaturgo abrem ao público o seu processo de trabalho numa ópera que se pretende
revolucionária: uma criação que questiona precisamente as dificuldades de organização e mobilização dos coletivos – seja
uma equipa artística, uma comunidade ou todo um povo... de que o português é um especial bom exemplo. Mas, ao longo
desta apresentação pública, torna-se evidente a própria dificuldade de colaboração entre os dois artistas, que entram numa
rota de colisão que ameaça destruir todo o projeto!
“trans/missão” é um espetáculo híbrido, que junta música e teatro, e onde o processo colaborativo artístico é utilizado como
espelho das marcas de uma identidade nacional que parece estar fadada à não-inscrição e à dificuldade de mobilização.
Partindo do diagnóstico traçado por obras como “Portugal Hoje, o Medo de Existir” de José Gil, a peça explora com humor a
tensão entre o pensar e o agir, e a nossa aparente incapacidade de passar dos diagnósticos à mudança concreta.
“trans/missão” conta ainda com uma série de colaborações muito especiais áreas da Fotografia, Música e Sociologia.
Ficha artística:
Texto e direção | Ana Vitorino, Carlos Costa e João Martins
Banda sonora original e sonoplastia | João Martins
Desenho de luz | José Carlos Coelho
Fotografia | Paulo Pimenta e Fotógrafos convidados pelo Mira Forum
Coordenação de produção | Marina Freitas
Interpretação | Carlos Costa e João Martins e ainda (em off) Ana Azevedo, Arsélio Martins, Cristóvão Carvalheiro, Inês
Carreira, Isabel Damião, João Mendonça, João Ricardo, José Carlos Coelho, Mariana Martins, Marina Freitas, Pedro Carreira,
Sara Fernandes
Colaborações musicais | Sonoscopia, Ensemble Super Moderne, NEFUP - Núcleo de Etnografia e Folclore da Universidade do
Porto
Coprodução | Visões Úteis, Teatro Municipal do Porto
Parceria | Departamento de Sociologia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Mira Forum, Nefup, Porta-Jazz,
Sonoscopia e Teatro de Ferro
Classificação etária: M/12
Duração aprox.: 60 min.
Entrada: 1€
Gratuito até aos 12 anos
Programação ABRIL/2018

 
SELHO S. JORGE
SEX 20 | 21H30 MÚSICA
SAX & COMPANHIA
FOI PARA ISTO O 25 DE ABRIL…
CENTRO PAROQUIAL DE SELHO S. JORGE
Sinopse:
“Foi para isto o 25 de Abril...”, é o título de um espetáculo de cariz intimista que percorre alguns momentos emblemáticos
que antecederam e sucederam a Revolução de 1974.
O espetáculo pretende celebrar os 44 anos da Revolução de Abril, e está concebido em torno de seis temáticas nucleares
que caracterizaram e condicionaram a vida quotidiana da nação antes, durante e após o 25 de Abril de 1974: o Medo, a
Guerra, a Censura, a Liberdade, a Incerteza e a Esperança.
Num encontro entre a palavra e a música são evocados poemas e canções, alguns deles já esquecidos pelo público, que
ganham nova força e sentido na abordagem do Sax & Companhia. São disso exemplo autores tais como José Afonso; Adriano
Correia de Oliveira; Fernando Tordo; Ary dos Santos; Paulo de Carvalho; José Tinoco; José Calvário; José Nisa; José Mário
Branco; Lopes-Graça; Fausto Bordalo Dias; Sérgio Godinho; Carlos Alberto Moniz; Luís Cília; Manuel Alegre; Vicente
Campinas; Sophia de Mello Breyner Anderson.
Ficha artística:
Sax Soprano | Bruno Abrunheiro
Sax Alto | Liliana Ferreira
Sax Tenor | João Calha
Sax Barítono | Pedro Balhau
Percussão | Tiago Baptista
Voz | Cátia Montemor
Classificação etária: M/6
Duração aprox.: 60 min.
Entrada: 1€
Gratuito até aos 12 anos
Programação ABRIL/2018

 
BARCO
SÁB 21| 21H30 TEATRO
MUITO RISO MUITO SISO
D’ORFEU – ASSOCIAÇÃO CULTURAL
AUDITORIO DO GRUPO CULTURAL E RECREATIVO DE BARCO
Sinopse:
Espetáculo que comprova a capacidade de muitos textos lusófonos em dizer grandes coisas, nem sempre com as palavras
mais sérias e formais. Um espetáculo simplista, algo despido, tão-só suportado no fio das palavras, mas de humor potente!
É um solo de Luís Fernandes, no papel de músico-“diseur”, dando vida e voz a textos humorísticos de grandes vultos da
literatura de expressão portuguesa, criteriosamente selecionados por Odete Ferreira.
Ficha artística:
Músico-diseur | Luís Fernandes
Seleção de textos | Odete Ferreira
Classificação etária: M/12
Duração aprox.: 60 min.
Entrada: 1€
Gratuito até aos 12 anos
BRITO
SÁB 21 | 21H30 MÚSICA
ZECA E OUTROS AMIGOS
ESPAÇOS CRIATIVOS DE BRITO
Sinopse:
O espetáculo ZECA E OUTROS AMIGOS percorre o universo musical e poético da designada música de intervenção.
Aproximando-se o ano em que se assinalam 30 anos do desaparecimento de José Afonso (1929-1987), em palco juntam-se
um conjunto de músicos e atores que cantam do canta-autor sadino, mas também José Mário Branco (n. 1942); Fausto
Bordalo Dias (n. 1948); Sérgio Godinho (n. 1945); Adriano Correia de Oliveira (1942-1982) ou Manuel Freire (n. 1942).
À música juntam-se poemas de Ary dos Santos (1937-1984), Natália Correia (1923-1993) ou Manuel Alegre (n. 1936).
Do repertório, interpretado por multiinstrumentos e várias vozes, fazem parte temas originais.
Ficha artística:
Produção | Astronauta – Associação Cultural
Piano | Tiago Simães
Voz e guitarra | Paulo Rodrigues
Voz, trompete e flauta | Francisco Leite Silva
Voz | Ana Silva
Percussões | Jorge Sousa
Participação de | Simão Barros c/ Leitura de poesia
Classificação etária: M/6
Duração aprox.: 1h20 min.
Entrada: 1€
Gratuito até aos 12 anos
Programação ABRIL/2018

 
S. TORCATO
SEX 27 | 21H30 MÚSICA
EMÍDIO RODRIGUES
CANTAR ABRIL
CENTRO COMUNITÁRIO / HEMEROTECA / MEDIATECA EDUCATIVA
Sinopse:
Este concerto presta homenagem aos Poetas e Cantores que fizeram os Cravos florir em abril de 1974. As músicas eternas
que reconhecemos na voz de José Afonso, Adriano Correia de Oliveira, Sérgio Godinho, Manuel Freire, entre outros, deixamse
apropriar pela fusão inesperada da guitarra portuguesa.
Este trabalho teve um enorme contributo para divulgação da obra de grandes poetas como Sophia de Mello Breyner, Natália
Correia, António Gedeão, Manuel Alegre, José Gomes Ferreira ou Carlos de Oliveira. O resultado não podia ser mais
envolvente. Linhas melódicas que são, ao mesmo tempo, familiares e verdadeiramente imprevisíveis.
Emídio Rodrigues interpreta músicas que marcam para sempre a história de Portugal, numa união invulgar apresentando
maioritariamente a obra de José Afonso, dando-lhe um fôlego renovado. Um tributo feito de sensações que promete
arrebatar os fãs dos “trovadores da liberdade”.
Ficha artística:
Voz | Emídio Rodrigues
Guitarra Portuguesa | João Martins
Viola | André Teixeira
Baixo | Sérgio Marques
Classificação etária: M/6
Duração aprox.: 1h15 min
Entrada: 1€
Gratuito até aos 12 anos
Programação ABRIL/2018
 

MOREIRA DE CÓNEGOS
SÁB 28 |21H30 TEATRO
APEDAS
TEATRO ESFERA
CENTRO PASTORAL DE MOREIRA DE CÓNEGOS
Sinopse:
Um funeral agendado. Três mulheres encontram-se numa estação de comboios animadas por uma mesma diligente
intenção: estarem presentes na despedida. Pela mão do temporal, uma árvore tombada sobre a via suspende o tempo e a
revelação toma o lugar da viagem: o homem para o qual acorriam fora, e era, para todas elas, o mesmo. As mulheres
medem-se umas às outras, comparam-se, reconstroem a narrativa na qual se descobrem facetas de uma vida na qual não
são protagonistas e, por fim, solidarizam-se.
Na verdade, não se é protagonista na vida de outrem, nem o rumo dos outros substitui o de cada um, por muito que
se ame, por muito que se cuide, por muito que tal seja esperado. Pois que esperem! E a ajuda pode vir também de
um ferroviário. O amor, esse, pode ser agora. Um bilhete para a vida, por favor!
Ficha artística:
Autoria | Cristina Arcanjo da Cruz
Encenação | Francisco Braz
Elenco | Ana Landum, Isabel Ribas, Paula Sousa
Assistente de encenação | Adriana Ribas
Desenho | El Duplo
Coreografia | Bernadete Sant’Anna
Piano | Vasco Lourenço
Operação de som | Adriana Ribas
Vozes Off | João Roque, Cristina, Arcanjo da Cruz, João Oom, Jorge Estreia, Adriana Ribas
Classificação etária: M/12
Duração aprox.: 60 min.
Entrada: 1€
Gratuito até aos 12 anos
Programação ABRIL/2018
 

UNIÃO DE FREGUESIAS DE BRITEIROS S. SALVADOR E BRITEIROS STA. LEOCÁDIA
SÁB 28 | 21H30 TEATRO
MALVA ROSA
TOCA TEATRO
CASA DO POVO DE BRITEIROS
Sinopse:
É uma história de amor entre um casal de lavradores do nordeste do país que fogem em direção contrária ao mar,
perfurando o sertão para viverem o amor em segurança. Após a morte do marido, uma descoberta causa a reviravolta na
vida da viúva, sofrendo a mais dura opressão, preconceito e vítima da intolerância e levantes de repulsa.
Ficha artística:
Direção | Allison de Sá
Texto | Newton Moreno
Elenco | Elsa Pinho e João Guisande
Orientação | Paulo Cunha
Direção de movimento | Mónica Nascimento
Direção Musical | Ronei Jorge
Figurino | Moncho Rodriguez
Iluminação e cenário | Allison de Sá
Consultoria de figurino | Tina Melo
Execução de figurino | Lucinha
Serralheiro | José Bento
Arte gráfica | Anderson Falcão
Fotografia | Diney Araújo
Produção |Grupo Toca de Teatro e Movimento Mirabolante
Classificação etária: M/12
Duração aprox.: 50 min.
Entrada: 1€
Gratuito até aos 12 anos
 
 

Outras Sugestões

Próximos

Acesso a ProfissionaisRegistar-se
 
Câmara Municipal de Guimarães - Turismo spacer.pngTripadvisor
Largo Cónego José Maria Gomes, 4800 - 419 Guimarães | tel. 351 253 421 221 / 233 | fax. 351 253 515 134 | e-mail. info@guimaraesturismo.com spacer.pngOpiniões sobre Guimarães
spacer.png