Excentricidade agosto | 2018

Em Foco, Eventos, Geral
Layout_agosto_excentricidade_1_510_300
Inserir fotoS
340 visualizações
Vários Locais
 
 
Programação AGOSTO/2018
 
 
 
 
 
 
CALDELAS
SÁBADO 11 // 21H30
PRAÇA DR. JOÃO ANTUNES GUIMARÃES
MÚSICA
ANA
MAIORES DE 6
Caso as condições climatéricas não permitam a realização ao ar livre, este evento terá lugar no Auditório dos Bombeiros Voluntários de Caldas das Taipas
_
ORG.: CÂMARA MUNICIPAL DE GUIMARÃES
PARCEIROS LOCAIS: JUNTA DE FREGUESIA DE CALDELAS; ACADEMIA DE MÚSICA FERNANDO MATOS; AGRUPAMENTO ESCOLAS DAS TAIPAS; ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE CALDAS DAS TAIPAS ; ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS DAS TAIPAS; MAT – MOVIMENTO ARTÍSTICO DAS TAIPAS; TAIPAS TERMAL E JORNAL REFLEXO
SINOPSE
Ana é o projeto a solo de Gabriel Salgado, que foi buscar o nome a um prefixo de origem grega que significa repetição. O termo, que começa por causar estranheza, serve afinal de sumário eficaz para explicar este projeto construído à volta de uma guitarra dedilhada em camadas sucessivas com a ajuda de uma loop station. Ana representa repetição e inversão; mudança e evolução. Em Janeiro de 2017, o multi-instrumentista vimaranense edita o seu primeiro registo a solo “Abril”, onde desafia as potencialidades de uma só guitarra na forma audaz como manipula as dinâmicas acústicas. Em Novembro do mesmo ano, surpreende com “Um”, o primeiro registo de longa-duração, onde mostra mais cores e tonalidades e onde se revela mais maduro e reflexivo.
“Um” foi produzido por Diogo Alves Pinto (mais conhecido como Gobi Bear) e o primeiro single “Às Vezes Mudo de Ideias” foi aclamado pela crítica especializada e reconhecido na imprensa, na televisão e nas rádios nacionais. Neste curto percurso, o artista já integrou a coletânea “PLA : 007” (Abril, 2017) e também a ilustre compilação “Novos Talentos FNAC” (Junho, 2017).
 
FICHA ARTÍSTICA
Voz e Guitarra | Gabriel Salgado
Classificação etária | M/6
Duração aprox. | 60 min. 
 
PONTE
SÁBADO 11 // 21H30
LARGO DA IGREJA
MÚSICA
PAKITA POUCO
MAIORES DE 6
Caso as condições climatéricas não permitam a realização ao ar livre, este evento terá lugar no Centro Paroquial Paulo VI
_
ORG.: CÂMARA MUNICIPAL DE GUIMARÃES
PARCEIROS LOCAIS: JUNTA DE FREGUESIA DE PONTE
 
SINOPSE
Uma espiral infinita que rodeia os compartimentos da alma e ornamenta um olhar perdido e sempre carinhoso.
Longe do amor já escrito, e das pautas, navega um barquinho preguiçoso e inquieto sobre ondas de sentimento concreto e delicioso.
Palavras pequenas estranhadas no suspiro leve de minúsculos pormaiores.
 
FICHA ARTÍSTICA
Voz, guitarra e baixo eléctrico | Irene Trascasa
Percussão e botões piânicos | Filipe Simões
Guitarra eléctrica | Rui Neves
Classificação etária | M/6
Duração aprox. | 60min. 
 
RONFE
SÁBADO 11 // 21H30
ESPAÇO ARTE E CULTURA – EXTERIOR (ANTIGA ESCOLA DE GEMUNDE)
CINEMA
PEQUENA GRANDE VIDA
DIREÇÃO DE ALEXANDER PAYNE
MAIORES DE 12
Caso as condições climatéricas não permitam a realização ao ar livre, este evento terá lugar no Salão Paroquial de Ronfe, pelas 21h30
_
ORG.: CÂMARA MUNICIPAL DE GUIMARÃES
PARCEIROS LOCAIS: JUNTA DE FREGUESIA DE RONFE E PAROQUIA DE S. TIAGO DE RONFE
 
SINOPSE
Para resolver o problema de superpopulação que ameaça a extinção da vida na Terra, um grupo de cientistas tem uma ideia revolucionária: reduzir o tamanho dos seres vivos para 0,0364% da sua massa e volume. Se, a médio ou longo prazo, fosse possível convencer toda a população humana a encolher, solucionar-se-iam simultaneamente dois problemas: falta de recursos e poluição. Paul e Audrey Safranek são um casal praticamente arruinado que aceita ser encolhido permanentemente e mudar-se para Lazerlândia, uma luxuosa comunidade de gente pequena.
 
FICHA TÉCNICA
Direção | Alexander Payne
Com | Matt Damon, Christoph Waltz, Hong Chau, Kristen Wiig, Jason
Sudeikis, James Van Der Beek
Género | Comédia dramática
Outros dados | EUA, 2017, Cores
Classificação etária | M/12
Duração aprox. | 135min.
Apoio: Cineclube de Guimarães 
 
SELHO
SEXTA 17 // 21H30
PRAÇA FRANCISCO INÁCIO
MÚSICA
TRESOR & BOSXH
MAIORES DE 6
Caso as condições climatéricas não permitam a realização ao ar livre, este evento terá lugar no Salão Paroquial de Selho S. Jorge
_
ORG.: CÂMARA MUNICIPAL DE GUIMARÃES
PARCEIROS LOCAIS: JUNTA DE FREGUESIA DE SELHO S. JORGE; PARÓQUIA DE S. JORGE DE SELHO; SOCIEDADE MUSICAL DE PEVIDÉM E TEATRO COELIMA
 
SINOPSE
Tresor & Bosch são Ricardino Lomba (Biarooz / Ratere) e Tiago Rosendo (Johnny Sem Dente / Ratere). Em Grocery, segundo EP, os Tresor&Bosxh saem das composições em estúdio para as salas de ensaio. Fruto da colaboração com Pedro Oliveira (bateria), com quem se tem apresentado ao vivo, as músicas mudam para algo mais orgânico, mais direto, mas nem por isso menos hipnóticas ou menos dançáveis.
Um disco eletro-rock com momentos que quase tocam o deep house, a dance music ou o Krautrock, com uma sonoridade que sugere um passeio entre Ashra e Vessels numa viagem até Berlim.
As guitarras continuam num registo cósmico, harmonioso, perfeitamente balanceadas com os ritmos ou com os os synths quase celestiais. Neste disco mudam definitivamente os ritmos e os baixos, para algo mais crú, incisivo e orgânico. Tudo envolto numa nuvem de efeitos que frequentemente nos sugerem diferentes sons ou texturas daqueles que realmente estão a ser gerados.
Grocery, single homónimo de avanço, inicia com um arp de sintetizador denso, envolto em pads, que se prolonga em loop até ao final da música, está sempre lá, quase subliminar, mas rapidamente passa para segundo plano com a entrada do baixo sintetizado ou da bateria eletrónica old school. Perdemo-nos dele quando entra a guitarra, num loop harmonioso que vai mudando de tonalidade, ou a bateria acústica, num ritmo house-rock que nos coloca rapidamente a dançar. A partir daqui é um festim de sons entre synths, guitarra e bateria que nos envolvem e que gostaríamos que se prolongasse eternamente.
 
FICHA ARTÍSTICA
Sintetizadores | Ricardino Lomba
Sintetizadores e Guitarra | Tiago Rosendo
Bateria | Pedro Oliveira (Convidado)
Classificação etária | M/6
Duração aprox. | 60 min. 
 
BARCO
SÁBADO 18 // 21H30
AUDITÓRIO DO GRUPO CULTURAL E RECREATIVO DE BARCO
MÚSICA
CÁTIA OLIVEIRA
CANTAR O MEU FADO
MAIORES DE 6
gratuito < 12
_
ORG.: CÂMARA MUNICIPAL DE GUIMARÃES
PARCEIROS LOCAIS: JUNTA DE FREGUESIA DE BARCO; GRUPO CULTURAL E RECREATIVO DE BARCO E PAROQUIA DE BARCO
 
SINOPSE
Cátia de Oliveira nascida no meio artístico, na cidade de Vila Nova de Gaia, começou cedo a sua grande paixão pela música. Desde os 2 anos fora motivada a ouvir o tão nosso e incomparável Fado. Começou o seu percurso pela música oferecendo a sua capacidade vocal ao grupo coral da igreja da sua área de residência.
Iniciou-se no fado aos 7 anos, encaminhada pela sua avó, também fadista. Ao longo da sua mocidade foi gradualmente se apaixonando pela música. Estreou-se em aulas de canto durante dois anos e a partir daí tem vindo a expressar, de forma autónoma, o seu estilo, forma e técnica de cantar.
Aos 12 anos, editou o seu primeiro disco: “Assim é meu fado”. Começou a ser conhecida um pouco por todo o país. Foi também convidada várias vezes a cantar no “Música e Companhia Caffé”, palco de grandes artistas.
Lenita Gentil, Florência, Rosita e Cidália Moreira, foram alguns dos grandes nomes com quem partilhou o palco numa Gala de Fado no Cine-Teatro-Batalha. Em 2009, Cátia de Oliveira venceu um dos mais prestigiantes concursos de Fado Amador, o Concurso de Fado de Lordelo do Ouro, com o fado “Gaivota”. Cátia de Oliveira teve algumas participações em rádio televisão, como é o caso do programa da TVI “Você na TV”.
De 2008 a inícios de 2012 fez parte do elenco de uma das mais famosas casas de Fado do país, o Restaurante Típico “Mal Cozinhado”, onde historicamente passaram alguns dos mais importantes nomes do panorama nacional fadista, tais como: Amália Rodrigues, Tony de Matos, Carlos Carmo, Camané, entre muitos outros. Atualmente faz espetáculos por todo o país e estrangeiro, passando pelas Casas de Fado, típicas do Porto e de Lisboa, como Casa da Mariquinhas, Fora de Moda, Mesa de Frades e Adega dos Fadistas.
Apresentou-se no passado mês de outubro na sala 2 da Casa da Música num concerto memorável.
 
ALINHAMENTO
O que é que eu digo à saudade
Fui ao baile
Fora de horas
Passaste
A vida que eu sofro em ti
Sou um fado desta idade
Lisboa
Meu amor
Lisboa senhora do tejo
Guitarrada
Prece
A beira do cais
Brincos para brincar
Águas turvas de saudade
Cais da ribeira
Eu nasci amanhã
Amor bruxo
Cidade garrida
 
FICHA ARTÍSTICA
Voz | Cátia de Oliveira
Guitarra Portuguesa | Miguel Amaral
Viola | André Teixeira
Contrabaixo | Sérgio Marques
Classificação etária | M/6
Duração aprox. | 60 min.
 
BRITO
SÁBADO 18 // 21H30
PARQUE DE LAZER DE BRITO
MÚSICA
CREIXIMIR
MAIORES DE 6
Caso as condições climatéricas não permitam a realização ao ar livre, este evento terá lugar nos Espaços Criativos
_
ORG.: CÂMARA MUNICIPAL DE GUIMARÃES
PARCEIROS LOCAIS: JUNTA DE FREGUESIA DE BRITO; ASSOCIAÇÃO DE PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO DA ESCOLA DE CASAIS - BRITO; ASSOCIAÇÃO DE PAIS DAS ESCOLAS DE BRITO; RITMOS - ACADEMIA DE ARTES; CENTRO SOCIAL DE BRITO; ESCUTEIROS CATÓLICOS - AGRUPAMENTO 366 BRITO E BOOT CAMP – BRITO
 
SINOPSE
O Creiximir 926 – Grupo de Música Tradicional de Creixomil, Guimarães, nasceu no âmbito das noites de verão em Creixomil.
O grupo pretende recuperar e preservar temas da música popular com uma nova abordagem e uma nova mistura instrumental e vocal.
A formação é composta por 10 a 13 elementos, com idades compreendidas entre os 16 aos 58 anos.
No que concerne a instrumentos, estes variam entre a concertina cavaquinho, o acordeão, a viola, a guitarra, o saxofone, adufes, caixas e bombos de Guimarães com um alinhamento diversificado mas, essencialmente tradicional da região do Baixo Minho.
Do seu reportório fazem parte temas como: o Malhão de Roda do Grupo Folclórico de S. Torcato, a Desgarrada do Malhão do Grupo Folclórico da Corredoura, S. João Traçado do Grupo Folclórico de Fermentões e o Malhão da Eira das Ceifeiras de Gondar entre outros.
 
PROGRAMA
Flor de Chá
Vira Velho
Festada do Minho
Viva Quem Canta
Doce Chila
Boiada
Tia e Sobrinho
Chula da Povoa
Desgarrada do Malhão –
Corredoura
São João Traçado – Fermentões
Senhor da Serra
Vira de Coimbra
Malhão de Roda – São Torcato
Malhão da Eira – Ceifeiras Gondar
Chula do Carreço
Vira das Velhas
Dançando Pulirando
 
FICHA ARTÍSTICA
Concertinas e Acordeão | Sofia
Teixeira
Guitarra clássica e Voz |
Francisco Ferreira
Saxofone alto | José Gonçalves
Bombo Nicolino e Voz | Liliana
Freitas
Percussão e Voz | Sandra
Fernandes
Percussão e Voz | Luís Almeida
Cavaquinhos | João Rey
Timbalão Tradicional | João
Ribeiro
Baixo e Voz | Dino Freitas
Caixa Nicolina | Pedro Passos
(convidado Especial)
Classificação etária: M/4
Duração aprox.: 60 min.
 
 
S. TORCATO
SEXTA 24 // 21H30
PARQUE DO LAGO
CINEMA
SÓ PARA TER A CERTEZA
DIREÇÃO DE CARINE TARDIEU
MAIORES DE 12
Caso as condições climatéricas não permitam a realização ao ar livre, o evento será oportunamente reagendado
_
ORG.: CÂMARA MUNICIPAL DE GUIMARÃES
PARCEIROS LOCAIS: JUNTA DE FREGUESIA DE S. TORCATO; ASSOCIAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DAS COMUNIDADES LOCAIS (ADCL) E CENTRO RECREATIVO CULTURAL E ARTÍSTICO DE S. TORCATO (CRCA)
 
SINOPSE
Erwan, um viúvo de 45 anos detonador de bombas, vê-se a braços com uma filha adolescente, grávida e de pai desconhecido. Numa das consultas em que a acompanha, descobre que aquele que o criou não é afinal do seu sangue. Enquanto insiste em procurar o pai do seu neto, decide procurar também o seu biológico. Acaba por descobri-lo ainda
vivo: Joseph, um velho senhor extremamente terno, por quem acaba por se afeiçoar. Na sua procura pelo pai, Erwan cruza caminho com a indomável Anna, por quem fica seduzido. Mas num dia em que vai visitar Joseph, Erwan descobre que Anna é filha deste.
Não é este o amor que esperava, nem o genro que queria. Estas sim: são bombas difíceis a detonar!
 
FICHA TÉCNICA
Direção | Carine Tardieu
Com | François Damiens, Cécile De France, Guy Marchand
Género | Comédia, Drama
Outros dados | França, Bélgica 2017, Cores
Classificação etária | M/12
Duração aprox. | 101min.
Apoio: Cineclube de Guimarães
 
UNIÃO DE FREGUESIAS DE BRITEIROS S. SALVADOR E BRITEIROS STA. LEOCÁDIA
SEXTA 24 // 21H30
CASA DO POVO DE BRITEIROS S. SALVADOR
MÚSICA
THIS PENGUIN CAN FLY
MAIORES DE 6
gratuito < 12
_
ORG.: CÂMARA MUNICIPAL DE GUIMARÃES
PARCEIROS LOCAIS: JUNTA DE FREGUESIA DA UNIÃO DE FREGUESIAS DE BRITEIROS S. SALVADOR E BRITEIROS ST.A LEOCÁDIA E CASA DO POVO DE BRITEIROS S. SALVADOR
 
SINOPSE
This Penguin Can Fly é um pinguim formado por três membros que se mostram em formato música instrumental descomprometida. As ambiências cruzam-se algures entre o imaginário do post-rock e a agressividade de riffs de guitarra melódicas e agressivas, embutidas em ritmos dançáveis, que dão corpo à identidade musical que os caracteriza. Em abril de 2017, editaram o primeiro longa-duração intitulado “Caged Birds Think Flying is a Disease”. Um trabalho pujante, ritmado e orgânico, onde o trio reinventa o rock instrumental patente no primeiro EP, juntando-lhe vários elementos e novas sonoridades, como floreados orientais de guitarra ou ritmos sul-americanos.
Esse trabalho levou-os aos palcos do Festival Vodafone Paredes de Coura, Braga Music Week, Centro Cultural Vila Flor, Maus Hábitos, Sabotage, entre outros.
 
ALINHAMENTO
Sangre!
El Paso
Avec L’orange
The Proposal
Van Damme
Affraid of Whales
Super Samba
Ailisi
A Heartbeat is More Unique than a Fingerprint
 
FICHA ARTÍSTICA
Bateria | José Manuel Gomes
Guitarra | Miguel Azevedo
Baixo | Márcio Ferreira
Classificação etária | M/6
Duração aprox. | 60 min.
 

MOREIRA DE CÓNEGOS
SÁBADO 25 // 21H30
CENTRO PASTORAL DE MOREIRA DE CÓNEGOS
MÚSICA
ORQUESTRA DO NORTE
MAIORES DE 6
gratuito < 12
_
ORG.: CÂMARA MUNICIPAL DE GUIMARÃES
PARCEIROS LOCAIS: JUNTA DE FREGUESIA DE MOREIRA DE CÓNEGOS; MORÁVIA - ASSOCIAÇÃO JUVENIL DE MOREIRA DE CÓNEGOS; CENTRO CULTURAL RECREATIVO DE MOREIRA DE CÓNEGOS E BANDA FILARMÓNICA DE MOREIRA DE CÓNEGOS
 
SINOPSE
A Orquestra do Norte é um projeto de descentralização da cultura musical apresentado pela Associação Norte Cultural e
vencedor do primeiro concurso nacional para a criação de orquestras regionais, instituído pelo Estado português, em 1992.
Inicia desde então um trabalho pioneiro e inédito, afirmando-se no panorama da música erudita como instituição reconhecida nacional e internacionalmente.
É seu fundador, Director Artístico e Maestro Titular José Ferreira Lobo.
Sedeada na cidade de Amarante, a Orquestra do Norte integra profissionais de reconhecido mérito. Os seus concertos têm,
habitualmente, a colaboração de prestigiados maestros, como Juozas Domarkas, Krzysztof Penderecki, Federico Garcia
Vigil, Álvaro Cassuto e Rengim Gokmen. Contou ainda, durante 17 anos, com a colaboração de Gunther Arglebe como maestro adjunto.
Alguns dos mais conhecidos solistas portugueses e estrangeiros participaram nos concertos da Orquestra do Norte, destacando-se nomes como os de António Rosado, Eva Maria Zuk, Avri Levitan, Patricia Kopatchinskaja, Kirill Troussov,
Michel Lethlec, Robert Kabara, Placido Domingo, José Carreras, lleana Cotrubas, Julia Hamari, Fiorenza Cossoto e Svetla
Vassileva.
Para além do seu próprio coro, a Orquestra do Norte colabora com prestigiados grupos vocais nacionais e estrangeiros.
 
PROGRAMA
Mozart - Sinfonia 35
Mendelssohn - Sinfonia 4
“Italiana”

José Ferreira Lobo | Direção
Classificação etária | M/6
Duração aprox. | 60 min.
 
 
 

Outras Sugestões

Câmara Municipal de Guimarães - Turismo spacer.pngTripadvisor
Largo Cónego José Maria Gomes, 4800 - 419 Guimarães | tel. 351 253 421 221 / 233 | fax. 351 253 515 134 | e-mail. info@guimaraesturismo.com spacer.pngOpiniões sobre Guimarães
spacer.png